Saiba tudo sobre o Volkswagen T-Cross 2019

A Volkswagen demorou pra trazer ao Brasil um SUV compacto que rivalizasse com as outras marcas. Para compensar o imenso atraso a montadora alemã investiu tempo e dinheiro para começar a produzir aqui no país o T-Cross, um dos modelos mais completos em todas as versões e com preço muito atraente.

Carros
2 anos atrás
Saiba tudo sobre o Volkswagen T-Cross 2019

Preço competitivo

O preço do T-Cross é uma das grandes atrações do modelo, especialmente quando comparamos a ficha técnica dos concorrentes diretos Hyundai Creta, Honda HR-V, Nissan Kicks e Jeep Renegade. Entre outras vantagens está a motorização turbo que o impulsiona.

Os preços divulgados pela marca em seu site oficial no momento da nossa consulta segue abaixo para degustação:

• T-Cross 200 TSI manual: R$ 84.990
• T-Cross 200 TSI automático: R$ 94.490
• T-Cross 200 TSI Comfortline: R$ 99.990
• T-Cross 250 TSI Highline: R$ 109.990
• T-Cross 250 TSI Highline com pacote First Edition: R$ 124.840 (versão exclusiva com apenas 1.000 unidades)

Motorização

Não é segredo pra ninguém que a Volkswagen vem ampliando consideravelmente sua tecnologia, especialmente depois do grande escândalo da sabotagem dos testes de poluição anos atrás.

Por isso mesmo, a questão da motorização se tornou tão importante para seus modelos, como uma forma de remissão pelos danos causados. E dessa vez não há fraude, os seus motores são menos poluentes e, consequentemente, mais econômicos. Isso se deve especialmente ao fato de ser turbo nas duas versões.

Isso implica em dize que desde a versão de entrada até a topo de linha os seus impulsores são mais “verdes” que o das demais marcas, as quais em geral reservam os turbocompressores para as versões mais caras.

Mas vamos ao que interessa. O T-Cross conta com duas opções de motorização, uma herdade do Polo e do Virtus, e a outra cedida pelo Golf.

Como primeira opção ele traz o motor 200TSI Flex 1.0 com 128 cv de potência e 20,4 kgf.m de torque máximo. Como segunda opção o motor 250TSI 1.4 Flex com 150 cv de potência e 25,5 kgf.m de torque máximo.

Em sua configuração mais potente o modelo é capaz de atingir de 0 a 100 km/h em 8,7 segundos, e alcançar a velocidade máxima de 198 km/h. A média de consumo do nessa motorização é de 11 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada com gasolina. Já com etanol, o modelo pratica 7,7 km/l na cidade e 9,3 km/l na estrada. Os dados são fornecidos pelo Inmetro.

Duas possibilidades de transmissão

Para transmissão o T-Cross também conta com duas possibilidades, a transmissão manual de 6 marchas e a automática Tiptronic com 6 velocidades. Está última traz as Paddle Shift no volante, proporcionando uma condução mais esportiva.

O motor 1.0 pode trabalhar com ambos sistemas de transmissão, mas o motor 1.4 apenas com a transmissão automática. Na prática o câmbio manual pertence apenas à versão de entrada, com objetivo de deixar o modelo dentro de uma faixa de preço mais competitiva.

A transmissão automática Tiptronic conta com uma tecnologia bastante avançada que opera as trocas de marcha de modo tão rápido que é quase imperceptível. Isso proporciona mais agilidade nas respostas do motor e diminui o desperdício a chance de combustível.

Modos de condução

O T-Cross está longe de ser um superesportivo, ou carro de competição – nem é esse seu propósito – mas num esforço de satisfazer o anseio dos clientes por um carro com respostas mais ágeis a montadora incrementou o modelo com os modos de condução.

Esses modos de condução permitem ao motorista indicar ao sistema que tipo de reação esperam do motor e do carro em si. Ele traz 4 opções: Eco, Sport, Normal e Individual. Nesta última o motorista pode conseguir ajustes mais personalizados. Embora o modelo não seja transformado num Mustang, pelo menos vai abrir um sorriso nos apaixonados por velocidade.

Central multimídia com ampla conectividade

Praticamente todos os carros desse segmento contam com uma central multimídia completa, cheia de tecnologia e com ampla conectividade. No T-Cross isso não é diferente. O modelo traz uma central bastante avançada que permite o espelhamento de aparelhos smartphones e a utilização de aplicativos como Waze e Spotify.

Essa central é exibida numa tela touchscreen de 6,5 polegadas (o tamanho deixa um pouco a desejar) e traz sistema de navegação integrado. Ela é bastante intuitiva e a resolução da tela é bastante satisfatória.

Mas além dessa central o modelo pode ser equipado – é um item opcional em todas as versões – com uma tela de 8 polegadas de altíssima definição, cujos botões também não touch, dispensando serem apertados, basta tocar sobre eles. Claro que isso tem um preço, o item faz parte de um pacote de opcionais (portanto com outros elementos) cujo valor – do pacote – é de R$ 7.500.

Manual Cognitivo

Outro destaque é o Manual Cognitivo que acompanha o modelo. Essa tecnologia é uma inteligência artificial capaz de responder toda e qualquer pergunta que se lhe faça sobre o veículo. O T-Cross será o primeiro SUV da VW a oferecer essa tecnologia no país.

Como exemplo, para o leitor entender como funciona, o condutor pode perguntar ao Manual Cognitivo: “quantos quilômetros faltam para a próxima revisão?” e a resposta se fará ouvir dentro do veículo. Essa tecnologia já é oferecida no Virtus, Tiguan Allspace e Novo Jetta.

Active Info Display

O Active Info Display, ou painel de instrumentos digital, conta com uma tela de 10,25 polegadas de alta definição que apresenta as principais informações do veículo em 2D ou 3D, de acordo com a preferência do condutor.

Ela também permite exibir o sistema de navegação em sua tela, de modo que o mapa com a rota fica bem na direção do olhar do motorista, que não precisará desviar a atenção da pista para olhar o mapa, e também deixará a tela da central multimídia livre para o entretenimento.

Quando o sistema de navegação está sendo exibido na tela do painel, o velocímetro e o conta-giros se afastam para as laterais para abrir espaço para o mapa. O painel também é personalizável, ou seja, o condutor pode escolher que informações ele quer que o painel apresente.

O único problema é que esse também é um item opcional que faz parte do pacote mencionado acima, o mesmo da central multimídia, mesmo para a versão topo de linha.

Sistema de som fantástico

Para deixar o sistema de entretenimento completo, o modelo oferece o incrível sistema de som Beats, o qual é referência no mercado e garante uma fidelidade total ao som original. Ele está composto por 7 alto-falantes (incluindo 1 sub woofer) cuja potência total é de 300W. Esse também um item do pacote opcional, veja que ele está ficando cada vez mais “barato”.

Itens de segurança

A tecnologia do T-Cross não ficou apenas na motorização ou nos itens de entretenimento, mas avançou a passos largos em direção aos itens de segurança, sendo um dos mais completos nesse quesito em relação aos seus concorrentes diretos.

Para começar, o SUV alemão conta com um sistema de airbags completo de fábrica com 6 bolsas desde a versão de entrada até a topo de linha – portanto não há distinção nesse aspecto entre as versões – uma vantagem tremenda sobre todos os outros rivais.

Outro diferencial é o sistema de freios que conta com freio a disco nas 4 rodas, item que também parte de seus rivais não oferece e que aumenta muito – junto com o sistema de airbags – a nota de classificação em segurança.

Mas não é só isso. O T-Cross ainda traz outros elementos muito importantes em segurança e que justificam o seu preço e o deixam ainda mais “barato” em seu segmento. Esses elementos são:

• Electronic Stability Program (ESP): atua diretamente nos freios para evitar a perda do controle direcional em curvas ou desvios de trajetória
• Hill Hold Control (HHC): que mantém o veículo freado por 2 segundos em aclives.
• Hydraulic Brake Assist system (HBA): reconhece uma frenagem de emergência e atua intensificando o processo de frenagem.
• Bloqueio Eletrônico do Diferencial (EDS): aciona o freio de uma roda com menor tração, transferindo o torque para a roda com maior tração.
• Monitoramento da pressão dos pneus (RKA): monitora a pressão dos pneus.

T-Cross estaciona de forma autônoma

Para fechar o ciclo do sistema de segurança – o destacamos porque faz parte do pacote opcional – está o sistema Park Assist 3.0. Esse sistema é capaz de estacionar o veículo sem a intervenção do motorista em qualquer tipo de vaga, seja paralela ou perpendiculares.

Com isso, a tarefa de manobrar para o motorista ficou muito mais fácil, na verdade deixou de existir. Basta monitorar o veículo fazendo a manobra de forma completamente autônoma.

Dimensões

As dimensões de um veículo nem sempre são um aspecto relevante, mas quando se trata de um SUV faz toda diferença. O T-Cross é o menor de todos os modelos do mesmo segmento. Comprimento menor, largura menor e altura também menor. Mas ele leva vantagem num ponto: o entre-eixos é o maior da categoria.

Porque isso importa tanto? Simples, porque a distância entre-eixos é o fator que determina o espaço interno e consequentemente o conforto dos ocupantes. Vamos ver os números:

• Comprimento 4.199 mm
• Largura 1.750 mm
• Altura 1.568 mm
• Entre-eixos 2.651 mm

O grande porém no caso do T-Cross é o espaço do porta-malas, muito pequeno, apenas 373 litros. Mas a Volks, mestre das engenhocas, instalou um mecanismo que trava o encosto do banco traseiro na posição vertical completa, ampliando o espaço do porta-malas para 420 litros. O ocupante do assento pode não ficar tão confortável com isso, mas é uma forma de aproveitar completamente o espaço.

Além dessa artimanha é possível rebater totalmente o encosto dos assentos traseiros, ampliando ainda mais o espaço no porta-malas, o que é ótimo para quem trabalha com o carro e precisa de espaço para objetos grandes.

Muita praticidade com o T-Cross

O T-Cross ainda oferece outros itens que ajudam na praticidade durante o dia-a-dia, especialmente para quem anda com vários ocupantes no carro. Uma das comodidades são as 4 portas USB, duas das quais estão instaladas nas saídas traseiras do ar condicionado. Assim, todos podem, ao mesmo tempo, se beneficiar e carregar o celular.

Pacote First Edition

O pacote que mencionamos anteriormente é o First Edition, com valor estimado de R$ 7.500, cujos itens são:

• Central multimídia “Discover media” com funções de navegação via satélite
• Comando por voz
• Entrada USB no console central
• Espelhos retrovisores pintados na cor Preto Ninja
• Painel de instrumentos totalmente digital (Active Info Display)
• Rodas de liga leve de 17 polegadas pretas com superfície diamantada
• Seletor de modo de condução
• Sistema de som premium com subwoofer Beats
• Tela colorida de 8 polegadas
• Teto e colunas “B” pintados na cor Preto Ninja

Além desse pacote é possível acrescentar ainda o Sky View (Teto Solar Panorâmico – R$ 4.800) e o Pacote Tech for First Edition (R$ 4.200) que conta com:

• Assistente de estacionamento Park Assist 3.0
• Faróis full-LED
• Luz de condução diurna (DRL) em LED integrada

Os quatro pilares do T-Cross

A Volkswagen investiu muito no projeto do T-Cross, com o objetivo de entregar a seus clientes um produto de qualidade. E tudo indica que conseguiu. Como pilar da sua construção a marca se impôs quatro características principais:

• Be Cool: o modelo tem um visual moderno e sofisticado, com um toque de esportividade, e oferece oito opções de cores e teto solar panorâmico Sky View.
• Be Practical: também oferece bastante praticidade no uso do porta-malas, que além de versátil pode ser tornar muito amplo.
• Be Intuitive: o Manual Cognitivo, uma inteligência artificial, e o moderno sistema de infotainment garantem a interação do condutor com o sistemado veículo.
• Be Safe: como ficou provado no texto, o modelo oferece um dos melhores pacotes de segurança em seu segmento, desde a versão de entrada.

Lista dos principais itens de série

Uma das coisas que os navegantes mais gostam de ver quando um carro novo é lançado é sua lista de itens de série, que no caso do T-Cross é bastante completa e, por isso mesmo, extensa:

• 6 airbags (frontais, laterais e de cortina)
• alarme anti-furto com comando remoto
• ar-condicionado digital
• assistente de partida em rampas
• banco do motorista com ajuste da lombar e de altura
• bancos revestidos em couro
• bloqueio eletrônico do diferencial
• câmera de ré
• central multimídia Composition Touch com tela de 6,5 polegadas
• coluna de direção com ajuste de altura e profundidade
• conexão Bluetooth e entrada USB
• controle de estabilidade e tração
• descanso de braço central
• detector de fadiga do motorista
• direção elétrica
• espelhos laterais com ajuste elétrico e setas integradas
• faróis de neblina
• iluminação ambiente em LED
• indicador de controle de pressão de pneus
• Paddles Shift
• partida sem o uso de chave
• piloto automático
• porta-malas com sistema de ajuste variável de espaço
• quatro entradas USB
• rack de teto
• retrovisor interno eletrocrômico
• retrovisores com rebatimento automático
• rodas de liga leve de 17 polegadas
• saídas traseiras de ar-condicionado
• sensor de estacionamento traseiro e dianteiro
• sensores de chuva e crepuscular
• sistema de frenagem automática pós-colisão
• sistema de som Media Plus com quatro alto-falantes
• sistema ISOFIX
• sistema start-stop
• suporte para smartphone com entrada USB
• vidros elétricos com função one-touch
• volante funcional em couro

Velocidade.blog.br

O Velocidade.Blog.Br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?