Como fazer a Transferência de Veículo por conta própria e economizar

Após comprar um carro, o novo proprietário tem 30 dias para fazer a Transferência de Propriedade e apesar de muita gente recorrer aos despachantes porque associa à agilidade, esse serviço custa em média R$ 150,00 a mais do que feito por conta própria.

Carros
1 ano atrás
Como fazer a Transferência de Veículo por conta própria e economizar

Mas é possível fazer tudo por conta própria de maneira rápida e fácil. Para economizar ainda mais, é recomendado checar os débitos do veículo para evitar sustos no futuro. Isso pode ser feito tanto nos postos do Detran ou até mesmo no site do órgão. Para isso, tenha o número do Renavam em mãos.

Certificado de Registro do Veículo (CRV)

O Certificado de Registro do Veículo (CRV), também conhecido como DUT (Documento Único de Transferência) ou Compra e Venda, deve ser preenchido e assinado pelo comprador e pelo vendedor, com reconhecimento de firma de ambos em cartório.

Mesmo em caso de perda do CRV, é possível pedir 2a via do documento no Detran local.

Vistoria

Dependendo do estado, a vistoria é feita nos postos de atendimento do Detran, como é o caso de MG. Já em SP, a vistoria é feita em empresas credenciadas, as ECVs.

Taxas e débitos

A importância de checar os débitos e bloqueios antes deve-se à essa etapa. Todos os débitos devem ser quitados, tanto obrigações vencidas quanto futuras do ano em exercício.

Além disso, é preciso pagar a taxa de transferência. Em SP, essa taxa é de R$ 294,48, caso o licenciamento não tenha sido realizado e R$ 204,28 caso o veículo já esteja licenciado.

Documentos necessários

É preciso comparecer ao posto de atendimento do seu município (Detran, Ciretran ou Seções de Trânsito) com os documentos em mãos. Apesar de haver pequenas variações de estado para estado, de maneira geral, os documentos necessários são:

• Documento de identificação pessoal – original e cópia simples
• CPF (se não constar no documento de identificação) – original e cópia simples
• Comprovante de residência – original e cópia simples
• Certificado de Registro de Veículo (CRV) – original, devidamente preenchido, com firma reconhecida por autenticidade do vendedor e do comprador
• Laudo de vistoria de identificação veicular – original
• Comprovante de pagamento de débitos (tributos, multas ou encargos pendentes) – original (se houver)
• Formulário Renavam – duas vias originais preenchidas

Obs: em alguns postos, é necessário agendar o atendimento, por isso, verifique com antecedência.

Novos documentos

Após a confirmação do pagamento das taxas e a apresentação de todos os documentos necessários, novos CRV e CRLV serão emitidos. Podendo ser retirado no prazo informado no próprio posto de atendimento ou enviado ao seu endereço.

Troca de placas

Com os novos documentos e licenciamento em mãos, faça o emplacamento e a lacração no Detran ou Ciretran.

Em SP, o par de placas com tarjetas custa R$ 132,84 para carros, caminhões e ônibus e R$ 110,36 para motos.

Obs: o novo proprietário tem até 30 dias após a expedição do CRV para fazer o emplacamento.

Velocidade.blog.br

O Velocidade.Blog.Br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?