Clássicos em duelo: Gol GTi ou Opala SS

O Gol GTi e o Opala SS estão consagrados no cenário nacional dos esportivos cada um com seu estilo. Conheça agora as principais diferenças entre os dois modelos que marcaram época em períodos diferentes.

Carros
3 meses atrás
Clássicos em duelo: Gol GTi ou Opala SS

Dois modelos esportivos consagrados no Brasil

Com design automotivo distinto, o estilo europeu do Gol GTI é o rival clássico do estilo norte-americano do Opala SS.

Ambos modelos marcaram a geração brasileira, cada um a seu período e com características técnicas próprias.

Lançamento do Opala

Em 1968, surgiu o legendário Opala no mercado derivado do Opel Rekord e do Chevy Nova, com desenho estilo muscle car, linhas exageradas, motor de alta cilindrada e tração traseira.

Trata-se do primeiro modelo de categoria de sedan médio no Brasil, bem como o primeiro veículo de passeio da Chevrolet no país e que se tornou uma opção mais econômica do que o cobiçado Ford Galaxie.

O Opala tinha quatro portas, faixas decorativas no capô e estava equipado com motor de 6 cilindros com 3.800 cilindradas e possuía o inédito sistema de freios com regulagem automática de lonas e sapatas.

Versão Opala SS

O modelo esportivo da Chevrolet ganhou em 1973 uma versão SS cupê com diversos diferenciais, entre os quais estavam:

  • Freio a disco com hidrovácuo
  • Suspensão com regulagem rígida
  • Bancos individuais
  • Câmbio no túnel central para trocas rápidas

A motorização de 6 cilindros aumentou para 4.100 cilindradas, 142 cv de potência e torque de 29 mkgf, permitindo que o veículo atingisse de 0 a 100 km/h em 12,2 segundos e com velocidade máxima de 175 km/h.

Evolução final do cupê GM

Em 1976, a evolução do Opala foi mais estética, com todas as versões equipadas com o mesmo motor, incluindo o novo sistema de carburação dupla, e se diferenciando pelo acabamento esportivo.

Foi a época de ouro do modelo nacional que se tornou o mais rápido do país a partir de 1980 e ficou consagrado com um dos principais esportivos até o nascimento do seu rival em 1988.

Modelos esportivos da Volkswagen

Na época do Opala a Volkswagen estava ocupada em manter a fama do clássico Fusca e do lançamento de sucesso do Gol.

Mas a apetência do público pelos esportivos fez a montadora alemã lançar seus próprios modelos durante a década de 80:

  • 1986 – Gol GT
  • 1987 – Gol GTS
  • 1988 – Gol GTi

Versão Gol GTi

A versão do Gol GTi é a que ficou consagrada no cenário nacional com motor 2.0, de 120 cv de potência e torque de 18,3 mkgf, alcançando de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos e com velocidade máxima de 174 km/h.

Entre as novidades, estava o sistema nacional de injeção eletrônica e os freios com tambor na traseira e discos ventilados na dianteira.

Superioridade do compacto esportivo da Volkswagen

O Gol GTi tinha diversas vantagens sobre o Opala SS, mesmo porque possuía uma configuração mais moderna e avançada.

O compacto esportivo da Volkswagen era menor e mais leve com dimensões de 3.849 m de comprimento, 1.355 m de altura, 1.601 m de largura, 2.358 m de distância entre eixos e peso total de 997 kg.

Já o seu rival tinha dimensões de 4.671 m de comprimento, 1.359 m de altura, 1.758 m de largura, 2.667 m de distância entre eixos e peso total de 1.146 kg.

O resultado da diferença se notava nas pistas, comparando o consumo de combustível entre os dois modelos:

  • Opala SS – 6,25 km/l no urbano e 8,4 km/l na estrada
  • Gol GTi – 8,5 km/l no urbano e 13,3 km/l na estrada

Vantagens do Opala SS

Por outro lado, o cupê da GM tinha superioridade no conforto de direção, no ruído reduzido da vibração do motor e na capacidade ampla do porta-malas com 430 litros.

O Gol GTi, por sua vez, além de muito barulhento não possuía o indicador de pressão de óleo no painel de instrumento e tinha um bagageiro pequeno e com estepe.

Seja como for, os dois esportivos são cultuados por colecionadores e estão divididos no coração dos consumidores brasileiros.

Velocidade.blog.br

O Velocidade.Blog.Br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?