Carros modulares feitos no Brasil

Uma empresa brasileira chamada Grupo Novo Brasil acaba de anunciar o lançamento de uma montadora de automóveis modulares, e 100% nacional. A planta será construída em Araripina, Pernambuco, e entregará 1200 unidades por mês a partir de 2023.

Carros
8 meses atrás
Carros modulares feitos no Brasil

Uma montadora 100% nacional

É isso mesmo que você leu, estamos prestes a ter nossa montadora 100% nacional. O Grupo Novo Brasil (NBR) lançou a pedra fundamental da planta no último dia 24 de março de 2022, e as atividades terão início no segundo semestre de 2023.

A planta está sendo construída em Araripina, sertão do Pernambuco, numa área de 29 hectares (290 mil m2) e terá 30 mil m2 de área construída. Entre os diversos investimentos da obra, estão contempladas uma usina solar fotovoltaica e uma pista de testes, o que vai totalizar um valor de R$ 260 milhões.

Geração de novos empregos

Umas das vantagens dessa nova fábrica no sertão de Pernambuco é a geração de novos empregos, o que vai melhorar bastante a qualidade de vida dos moradores daquela região.

De acordo com a Grupo Novo Brasil, serão gerados cerca de 240 novos empregos diretos na fase de construção, 450 empregos diretos na operação e três mil outros empregos de forma indireta.

Plataforma de carros modulares

A plataforma de carros modulares não é uma novidade no setor automobilístico. Muitas grandes montadoras já utilizam esse sistema. Mas esta será a primeira montadora brasileira a utilizar o sistema.

O primeiro carro da nova fabricante será um modelo compacto fechado para 5 pessoas, com porta-malas, que poderá ser convertido em um buggies aberto de forma simples e rápida. O objetivo é atingir um número maior de pessoas e trazer de volta ao Brasil a paixão pelo buggies.

“Nossa montadora ocupa uma lacuna em que não há concorrente em nenhum país do mundo. Grandes marcas apresentaram protótipos de buggies que ainda não chegaram ao mercado.

“No país, apenas empresas artesanais realizam a adaptação de carros pré-existentes para atender à demanda do mercado brasileiro de buggies, investimento que varia entre R$ 80 mil e R$ 100 mil. Também queremos renovar e reacender a paixão dos brasileiros pelo buggy”, comentou o diretor-presidente do Grupo NBR, Evandro Lira.

Redução nos custos de produção

Entre as vantagens das plataformas modulares está a redução do custo de produção. Isso porque viabiliza a diversificação na produção de novos produtos, ou sua customização, e ainda facilita o processo de fabricação.

Essa nova iniciativa do Grupo NBR chega num momento crucial no mercado automobilístico brasileiro, quando o cidadão praticamente não tem mais a opção de um carro “popular”, acessível a uma ampla gama de consumidores.

Versatilidade do modelo

Mas não é apenas o custo do novo carro que será atrativo. Sua versatilidade é outro fator que chama a atenção. Ter na garagem um carro que possa ser usado tanto na cidade, quanto no campo e até mesmo na praia é um grande diferencial.

Pode servir tanto quanto primeiro quanto como segundo carro, pode servir para levar a família ou como diversão como buggies. Sem dúvida vai alcançar um público amplo e diferenciado, que nenhuma outra montadora alcança nesse momento.

Design diferenciado e motorização flexível

O design do novo carro terá formas contemporâneas com uns toques retrô. Terá alguns pontos chapados e outros arredondados, seguindo um pouco a tendência de design asiática, bem diferente dos buggies que conhecemos.

A motorização será bastante flexível, e poderá agradar vários gostos e bolsos. Entre os motores disponíveis estão 1.0, 1.0 turbo, 1.3 e 1.5. Num primeiro momento só a combustão Flex (gasolina e etanol), mas com possibilidade de conversão para gás (GNV) de fábrica sob demanda.

A tração poderá 4×2 e 4×4, on e off road. Os quatro pneus terão o mesmo tamanho, o sistema de suspensão será independente nas quatro rodas, a direção hidráulica e o sistema de iluminação em LED.

Preço atrativo e assistência garantida

Você com certeza está interessado em duas informações, a primeira é o preço e a segunda é como vão funcionar as revisões. As notícias são boas, começando pelo preço que começará a partir de R$ 66 mil, muito abaixo de qualquer modelo “popular” de hoje em dia.

A segunda boa notícia é que você não terá dificuldade com as revisões, manutenções e peças de reposição. O Grupo Novo Brasil já está em contato com diversos fornecedores, nacionais e internacionais, para garantir que o consumidor não tenha problemas com a manutenção do seu veículo.

Os veículos do Grupo NBR serão comercializados em lojas próprias. Num primeiro momento estarão em Recife, Natal, Fortaleza, São Paulo e Florianópolis. Serão espelhadas também revendas homologadas pelo fabricante. As unidades serão compostas por showroom e oficinas autorizadas.

Velocidade.blog.br

O Velocidade.Blog.Br é um espaço voltado para quem ama as máquinas que nos fazem companhia tanto na rotina do dia a dia quanto na diversão do final de semana.

Vamos Bater um Papo?